quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Governador autoriza estudos para extensão do trem de passageiros até Campinas

O governador Geraldo Alckmin anunciou hoje, 28 o início de estudos sobre a extensão da linha 7 Rubi (São Paulo – Jundiaí) até Campinas. O projeto estava engavetado na Secretaria de Transportes Metropolitanos, o tema uniu autoridades e o sindicato da categoria em uma ampla campanha pela sua concretização.

Coordenador da Frente Parlamentar de Logística da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Pedro Bigardi é um dos defensores do projeto, o tema fez parte de vários debates da Frenlog.


Em 2010 Bigardi apresentou indicações e requerimentos ao Governo com a solicitação de extensão da linha até Campinas e em 2011 apresentou emenda ao Plano Plurianual (PPA). “A reativação da linha de passageiros até Campinas atenderá um grande contingente da população que hoje encontra dificuldades de circulação pelas rodovias”, ressalta.

A causa ganhou mais força em 2011 com uma campanha encabeçada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias Paulistas e com total apoio da Frente Parlamentar de Logística (Frenlog). Foram realizadas audiências públicas nas cidades de Jundiaí, Louveira, Campinas Valinhos e Vinhedo para debater o assunto, dezenas de pessoas e autoridades compareceram e endossaram o coro pela extensão da linha 7 Rubi até Campinas.


                                                                       Bigardi e o presidente do Sindicato Francisco Felício

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Deputado Bigardi garante mais de 300 mil para Jundiaí

O deputado estadual Pedro Bigardi conquistou hoje, 27, a liberação de mais três emendas para entidades assistenciais de Jundiaí: Associação Terapêutica de Estimulação Auditiva e Linguagem (Ateal), Associação Acolhimento Bom Pastor e Lar Anália Franco.

De acordo com o presidente do Lar Anália Franco, Milton Calzavara, com o recurso conquistado (R$ 190 mil) será possível oferecer as crianças e adolescentes atividades esportivas. “Com o recurso vamos concluir as obras da quadra poliesportiva e a praça de esporte, o Lar Anália Franco atende, em sua maioria, crianças e jovens em vulnerabilidade social e o esporte se torna uma importante ferramenta de inclusão social”.

Presidente Lar Anália Franco Milton Calzavara assina emenda

A Associação Acolhimento Bom Pastor foi contemplada com emenda de R$ 50 mil que será destinado a duas oficinas da entidade: Música e Informática. “Vamos concretizar um sonho da entidade que é oferecer aulas de música para as crianças, tínhamos poucos instrumentos agora com o recurso será possível equipar melhor a oficina, assim como a oficina de informática tínhamos apenas três computadores antigos”, afirma o coordenador Gilberto Angelo Begiato.


 Bigardi com presidente Maria Cândido de Freitas e o coordenador da Bom Pastor

Na Ateal o recurso de R$ 70 mil será destinado a mobiliar o novo espaço construído pela entidade que oferecerá curso de capacitação profissional aos adolescentes. “Tínhamos esse projeto há muito tempo, com essa ajuda do deputado Bigardi será possível colocá-lo em prática, vamos mobiliar nosso novo espaço que oferecerá cursos de informática, de libras e demais oficinas de preparação para o mercado de trabalho”, explica a superintendente da Ateal, Mariza Pomilio.

Deputado com diretores da Ateal

Segundo o deputado Pedro Bigardi é muito gratificante poder ajudar essas entidades com um trabalho social muito forte em Jundiaí. “Fico feliz em conseguir, ainda esse ano, liberar emendas para essas importantes entidades, o Lar Anália Franco com quase 100 anos de existência e com trabalho social reconhecido em toda a região, a Ateal com um trabalho exemplar com deficientes auditivos e a Associação Bom Pastor que atua em uma das regiões mais carentes da cidade, o Varjão. Entidades que merecem muito esses recursos”.


quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Motoristas de vans procuram deputado Bigardi para protestar contra exigências da Artesp

Condutores de vans de Jundiaí e região procuraram o deputado estadual Pedro Bigardi, nesta quarta-feira (21), para reclamar da falta de critério na fiscalização realizada pela Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo). A reunião aconteceu no escritório político regional de Bigardi, em Jundiaí.

Uma grande manifestação dos profissionais está sendo preparada para a próxima sexta-feira (23), em frente ao Palácio dos Bandeirantes.


De acordo com os transportadores, desde o início deste mês os fiscais da agência estariam multando os motoristas que fazem viagens fora dos respectivos municípios de origem. “Todos têm empresa regularizada, documentação e cumprem as exigências da Artesp. Não há motivo para essa perseguição”, explicou César Saldanha, dono de van e associado do Sindicato das Empresas de Transporte, Locação e Fretamento do Estado de São Paulo.

Para o deputado Bigardi, é preciso corrigir o problema de interpretação da legislação que trata deste tipo de transporte. “Não faz sentido proibir este tipo de serviço, que é bastante usado por pessoas que desejam se locomover até locais de eventos, shows e atividades nas mais diversas regiões do Estado”, destacou.


Após o encontro com os condutores, o deputado fez contato com o Governo do Estado. “Já solicitei uma audiência com urgência para tratarmos deste assunto”, lembrou.

Além disso, um grande protesto está sendo organizado pela categoria. “Está programada para a próxima sexta-feira (23), às 14 horas, a saída de vans de todo o Estado com destino ao Palácio dos Bandeirantes. O movimento é encabeçado pelo sindicato e sairá das cidades de Santos e Sorocaba com destino à Capital. Nós também participaremos”, explicou Saldanha.


No final de novembro, pelo menos 100 transportadores fizeram um protesto em Sorocaba. A carreata serviu como alerta ao problema que a categoria vive. Em Santos, motoristas de vans também realizaram uma manifestação.

Multa e apreensão
Segundo o sindicato, que tem sede em Santos e Sorocaba, existe uma autorização de locomoção dentro do Estado mas, sem nenhum aviso prévio ou mesmo explicação, desde o dia 1º de dezembro os fiscais têm aplicado multa de R$ 850,00, além de apreender a documentação do veículo.


“No documento expedido pelo Departamento de Trânsito, nossos veículos são definidos como micro-ônibus. Isto nos garante o transporte intermunicipal sem qualquer tipo de problema, porém, não é reconhecido pela Artesp”, comentou Saldanha.

Apesar do aumento na procura pelo serviço por conta das festas de final de ano, os profissionais afirmaram ter medo de deixar a cidade para realizar as viagens.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Perseguição política contra deputado Bigardi será investigada pela Polícia Civil de Jundiaí

A Delegacia Seccional de Jundiaí abriu investigação para identificar os responsáveis por uma "pesquisa" maldosa que vem sendo realizada com o único objetivo de denegrir a imagem do deputado estadual Pedro Bigardi.

Várias pessoas fizeram questão de contatar Bigardi para demonstrar apoio ao trabalho que o parlamentar realiza na Assembleia Legislativa e também incredulidade com tamanho jogo sujo praticado supostamente por adversários políticos.

Segue, abaixo, nota oficial encaminhada pelo deputado Bigardi acerca deste fato lamentável. Acompanhe:

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Deputado Bigardi é homenageado pela Polícia Militar em São Paulo e Jundiaí

A Polícia Militar do Estado de São Paulo prestou homenagens ao deputado Pedro Bigardi em duas solenidades – uma na Capital, terça-feira (13), e outra em Jundiaí, na quarta-feira (14).

A primeira foi realizada no Hall Monumental da Assembleia Legislativa em comemoração aos 57 anos de criação da Assessoria Policial Militar do Legislativo paulista. Na ocasião, Bigardi recebeu a homenagem das mãos do comandante-geral da PM, coronel Álvaro Batista Camilo.


Já em Jundiaí, Pedro Bigardi recebeu do comando do 49º Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I) a medalha ‘Cinquentenário das Forças de Paz do Brasil’, em reconhecimento aos serviços prestados pelo deputado ao povo paulista e à instituição de segurança pública.




Agradecimento

A solenidade aconteceu no auditório do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) e teve como objetivo também comemorar os 7 anos de existência da unidade e os 180 anos da Polícia Militar de São Paulo.

As autoridades e policiais militares homenageados foram recepcionados pelo coronel Walter Gomes Mota, comandante do CPI (Comando de Policiamento do Interior) 2, e pelo tenente-coronel Wagner Facchini de Bortolo, comandante do 49º Batalhão.


O coronel Walter Gomes Mota lembrou, inclusive, da visita oficial feita pelo deputado Bigardi ao CPI 2. “O senhor foi até nós e perguntou de que forma poderia ajudar. Jamais vou me esquecer deste ato, que mostra como um verdadeiro homem público deve agir. Muito obrigado pelo respeito à corporação”, destacou.








terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Emenda do deputado Bigardi garante metade do que o Grendacc precisa para construir Espaço Família


O deputado estadual Pedro Bigardi garantiu um presente de Natal para pacientes, familiares de assistidos e todos os colaboradores do Grupo em Defesa da Criança com Câncer (Grendacc). Graças a uma emenda parlamentar conquistada por Bigardi, metade dos R$ 600 mil necessários para construção do Espaço Família já será destinada à entidade.

“Já havíamos conseguido R$ 250 mil para a construção do prédio administrativo do Grendacc, entregue neste ano. Agora, com mais R$ 300 mil para o Espaço Família, esperamos contribuir também para auxiliar todas as pessoas que necessitam acompanhar o tratamento de parentes e não tem onde se acomodar”, destacou o deputado Bigardi. “Conhecemos de perto o trabalho de entidades sérias como o Grendacc e não poderíamos deixar de cumprir com nossa obrigação de ajudar.”


Em novembro, Bigardi já havia conseguido a liberação de R$ 70 mil para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Jundiaí. Neste mês, além do Grendacc, o deputado jundiaiense conquistou R$ 50 mil para o Instituto Jundiaiense Luiz Braille e outros R$ 50 mil para o Centro de Atendimento à Síndrome de Down Bem-Te-Vi.


A presidente do Grendacc, Verci Ândreo Bútalo, participou da solenidade e agradeceu mais esta ajuda. “Já tínhamos programado o lançamento da campanha, que contará com o auxílio da comunidade e de parceiros do Grendacc. Agora, com este fôlego enorme conquistado aqui, estamos ainda mais animados”, comentou.


Ainda segundo Verci, a liberação desta emenda foi muito parecida com o outro recurso também liberado por Bigardi. “A chegada dos recursos conseguidos naquela oportunidade pelo deputado Bigardi agilizaram muito a construção do prédio administrativo.”


Lançamento da obra acontece no próximo dia 15


O lançamento do Espaço Família acontece nesta quinta-feira (15), às 10 horas, e marca a abertura da Semana de Natal - além de lembrar o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil, comemorado em 23 de novembro.

A obra consiste na segunda fase do programa de ampliação do Grendacc e envolve a construção de um prédio com mezanino para abrigar atividades dos voluntários bem como hospedar o paciente em tratamento e acompanhante, sempre que necessário, conforme determinação médica. 

“É uma área concebida especialmente para as famílias dos nossos assistidos. Muitos pacientes necessitam comparecer à instituição todos os dias durante certas fases do tratamento, portanto viajam diariamente das cidades de origem até o Grendacc, o que provoca um certo desgaste”, complementa a presidente.

Interessados em colaborar na construção devem entrar em contato com a instituição por meio do telefone (11) 4815-8440, ramal, 8442 ou 8476, setor de Projetos.


quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Bigardi comemora reconhecimento da profissão de esteticista

Um ato público realizado na Assembleia Legislativa nessa terça-feira, 6, comemorou a decisão do Conselho Federal de Biomedicina que estabelece que apenas os profissionais que ingressarem no Conselho poderão exercer a profissão de esteticista legalmente.

Profissionais do setor lotaram o auditório Franco Montoro e relembraram as muitas lutas travadas no decorrer dos anos para o reconhecimento da profissão.

A decisão do Conselho Federal de Biomedicina começou a valer a partir do dia 20 de Novembro de 2011. O ingresso ao Conselho garantirá a todos os profissionais o exercício de suas atividades que vêm sendo sistematicamente invadidas por outras áreas.

Emocionada a presidente do Sindicato dos Profissionais Esteticistas do Estado de São Paulo (Sindest), Jeanete Moussa Alma falou da importância da decisão. “Foram anos de luta para termos a nossa profissão reconhecida, agora temos a biomedicina como nossa parceira, agora seremos reconhecidas como doutoras da estética”, comemorou.

Jeanete fez um agradecimento especial ao deputado estadual Pedro Bigardi presente no evento. “O deputado Bigardi sempre nos ajudou, nos apoiou nessa luta, sempre que precisávamos de ajuda parlamentar ou até mesmo de espaços para as nossas reuniões ele sempre foi muito solícito”.

O deputado estadual Pedro Bigardi cumprimentou a todos. “Essa decisão é fruto da garra dessas profissionais que lutaram pelo reconhecimento da profissão, regulamentar a profissão é valorizar o profissional”.


quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Verbas destinadas por Bigardi serão usadas por Bem-te-vi e Luiz Braille para construção e compra de equipamentos

As duas emendas parlamentares de R$ 50 mil cada uma conquistadas pelo deputado estadual Pedro Bigardi servirão para que o Instituto Jundiaiense Luiz Braille e o Centro de Atendimento à Síndrome de Down Bem-te-vi adquiram novos equipamentos e iniciem a construção da nova sede da entidade, respectivamente.

A assinatura dos convênios com o Governo do Estado foi realizada nesta quarta-feira (7), em solenidade realizada no Palácio dos Bandeirantes. “Ficamos muito satisfeitos por poder auxiliar duas instituições tão tradicionais de Jundiaí e que beneficiam um grande número de pessoas. Desde o primeiro mandato, assumimos o compromisso de zelar diretamente por toda a população e é o que estamos fazendo”, ressaltou Bigardi.


Para a presidente do Bem-te-vi, Berenice Martins Ferrari, o recurso chegou numa boa hora. “Vai nos ajudar muito, pois iniciamos uma campanha para a construção da sede própria. Vamos usar a verba para a fundação e estrutura do imóvel.”

O vice-presidente do Luiz Braille, Antonio Finati Pacheco, explicou que a emenda conseguida pelo deputado Bigardi vai ser usada na criação do consultório oftalmológico da entidade. “Vamos adquirir uma cadeira especial, um refrator e uma lâmpada de fenda”, completou.


Acompanhado do presidente do instituto, José Carlos de Lima, Pacheco reforçou a importância da atuação do deputado jundiaiense. “Hoje realizamos 5,5 mil atendimentos ambulatoriais e emergenciais todo mês. A vinda deste recurso vai contribuir para que tenhamos ainda mais qualidade no atendimento.”

Presente de aniversário
Tanto o Bem-te-vi quanto o Instituto Luiz Braille comemoram aniversários de fundação neste mês. O primeiro completa 21 anos de atendimento aos portadores da Síndrome de Down no próximo dia 13. Já o Luiz Braille, que dá assistência aos deficientes visuais, celebra dia 20 a chegada dos 70 anos.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Mais duas entidades sociais de Jundiaí recebem recursos conquistados pelo deputado Bigardi

Duas emendas parlamentares de R$ 50 mil cada uma foram conquistadas pelo deputado estadual Pedro Bigardi e vão beneficiar assistidos de duas entidades sociais de Jundiaí: Centro de Atendimento à Síndrome de Down Bem-te-vi e Instituto Jundiaiense Luiz Braille.

A assinatura para liberação dos recursos acontece nesta quarta-feira (7), às 15 horas, no Palácio dos Bandeirantes, com a presença de representantes das duas instituições. 
No mês passado, o deputado jundiaiense já havia garantido o repasse de R$ 70 mil para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). O dinheiro, segundo os dirigentes da entidade, serviria para compra de equipamentos e de um veículo para transporte de alunos e professores.

À espera
Outro pedido feito por Bigardi foi de R$ 300 mil para ajudar o Grendacc (Grupo em Defesa da Criança com Câncer) na construção do Espaço Família – acomodações destinadas a pacientes que necessitam de tratamento diário.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Deputado Bigardi participa de audiência sobre a Lei Geral da Copa


São Paulo fechou com chave de ouro a série de audiências públicas promovidas pela Comissão Especial da Lei Geral da Copa do Mundo de 2014, cujo presidente e relator são os deputados federais Renan Filho (PMDB/AL) e Vicente Cândido (PT/SP). A Comissão percorreu as cidades-sede do Mundial para debater com autoridades e sociedade civil os principais pontos da Lei, além de acompanhar os preparativos de cada estádio para a competição. 

A Comissão foi recebida na Assembleia Legislativa nessa quinta-feira, 1º dezembro pelo presidente da Casa Barros Munhoz, o presidente em exercício da Comissão de Assuntos Desportivos deputado estadual Pedro Bigardi e demais parlamentares. 

A audiência pública contou com a explanação do secretário nacional de futebol do Ministério do Esporte, Alcino Rocha sobre a Lei Geral da Copa e sua abrangência, em seguida a coordenadora da secretaria executiva do comitê paulista, Raquel Verdenacci falou das ações e benefícios para o Estado. “Com a visibilidade de São Paulo durante o Mundial será possível divulgar os pontos turísticos e com isso fomentar a economia em todo o Estado”, afirmou. 

Gilmar Tadeu Ribeiro Alves, secretário Especial de Articulação da Copa, fez uma explanação sobre o andamento das obras do Estádio do Corinthians e as benfeitorias para a cidade de São Paulo, em especial para a Zona Leste. “A construção do estádio do Corinthians em Itaquera para abertura da Copa do Mundo beneficiará toda a região com a melhoria da infraestrutura e a valorização de imóveis, o que, aliás, já está acontecendo”, destacou Tadeu. 

Para o deputado estadual Pedro Bigardi, presidente em exercício da Comissão de Desportos da Casa, a audiência pública foi muito produtiva. “O debate foi muito rico ao apresentar o grande legado que a Copa do Mundo trará para o estado de São Paulo e permitir um entendimento exato sobre a Lei Geral da Copa, uma lei necessária para o bom andamento do mundial”. 

Segundo Bigardi esse debate abre uma importante discussão sobre a legislação que rege as partidas de futebol. “Precisamos debater mais sobre o assunto e até mesmo rever novos conceitos, não é apenas com punições e proibições que vamos garantir a paz nos estádios”, afirmou.


quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Dirigentes do Paulista são recebidos pelo deputado Bigardi

O deputado estadual Pedro Bigardi recebeu terça-feira (29), na Assembleia Legislativa, o presidente do Paulista Futebol Clube, Djair Bocanella, e o gerente de futebol Marcos Bonequini. Juntamente com Bigardi, os dirigentes do time de Jundiaí participaram da gravação do programa ‘SP Esporte’, apresentado pelo jornalista João Rehder, da TV Assembleia.

Na ocasião, o parlamentar jundiaiense ressaltou o título conquistado pelo clube na Copa Paulista 2011, na final contra o Comercial de Ribeirão Preto, em um bate-papo com Bocanella e Bonequini. Convidado pela produção do programa, o jornalista esportivo Mário Luiz (Rádio Educadora de Piracicaba) também enalteceu a participação do Paulista na competição.

Mario Luiz, Pedro Bigardi, João Rehder, Djair Bocanella e Marcos Bonequini: Paulista bicampeão
Este foi o segundo título consecutivo conseguido pelo Paulista na competição. Em 2010, a equipe jundiaiense levou o troféu de campeão na final contra o Red Bull Brasil, de Campinas.

O programa especial sobre o Paulista vai ao ar na TV Assembleia nesta quinta-feira (1º), às 21 horas, com reprise marcada para as 9 horas de sexta-feira (2). Na Capital, os canais são 13 (NET) e 66 (TVA). Em Jundiaí, basta sintonizar o canal 4 (NET).

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Elenco e direção da peça ‘Trair e Coçar é Só Começar’ se emocionam com homenagem na Assembleia Legislativa

Segurar as lágrimas foi uma tarefa difícil para aqueles que já fizeram mais de 6 milhões de pessoas rirem à beça pelos teatros Brasil afora. A emoção de terem completado 25 anos de apresentações da peça ‘Trair e Coçar é Só Começar’ ficou evidente durante a sessão solene realizada nesta manhã, na Assembleia Legislativa de São Paulo.
 Presidida pelo deputado Pedro Bigardi, autor da homenagem, a sessão foi considerada o melhor presente que os artistas já receberam nestas quase três décadas de atuações.
Marcos Caruso se emocionou durante seu discurso                         



"Gostaria de agradecer muito ao deputado estadual Pedro Bigardi porque esta é a primeira e única vez que a peça recebeu um reconhecimento oficial nestes 25 anos. Esta é uma homenagem ao teatro, à cultura brasileira, que agradeço do fundo do coração”, declarou o ator Marcos Caruso, autor de ‘Trair e Coçar





O produtor Radamés Bruno prestou uma
 homenagem ao deputado Bigardi



“Com esta sessão solene, o deputado Bigardi possibilitou que oficialmente se registre na história esse marco que é a peça, um patrimônio cultural brasileiro”, completou o produtor Radamés Bruno – que entregou uma placa de prata ao parlamentar jundiaiense como símbolo de agradecimento dos artistas. “Em nome da Cultura, também homenageamos o deputado”, reforçou.


                      Suely Franco foi a primeira protagonista da peça      







Para Bigardi, a sessão solene – que contou com diversas personalidades, como Suely Franco e Blota Filho (homenageados), além do sambista Tobias da Vai-Vai – teve como objetivo valorizar todo o trabalho desenvolvido pelos atores em prol da cultura. “É extraordinário termos uma peça que está em cartaz por mais de 20 anos ininterruptos no Brasil. Além disso, o teatro também ajuda a movimentar o turismo, a atrair as pessoas e auxiliar no lazer e na formação do cidadão.”







O evento reuniu atores e atrizes de vários elencos que a peça teve nesses 25 anos
Histórico
Idealizada por Marcos Caruso, a peça ficou 6 anos na gaveta até finalmente entrar em cartaz. Escrita “matematicamente” para fazer rir de 30 em 30 segundos, é inspirada nos mestres do vaudeville, gênero imbatível no quesito diversão.
Produzida atualmente por Radamés Bruno e Viviane Procópio, “Trair e Coçar é Só Começar”, é uma realização da BR Produtora.



Mais recursos para o Esporte no estado de São Paulo


O deputado estadual Pedro Bigardi presidiu na quinta-feira, 24 a Audiência Pública da Comissão de Assuntos Desportivos da Assembleia Legislativa que debateu a Lei de Incentivo Fiscal ao Esporte. 

O assunto despertou interesse de secretários, atletas, presidentes de federações e interessados em geral, que lotaram o auditório Teotônio Vilela, a reunião contou com a presença dos ex-jogadores Antônio Carlos, Bernardo, Juninho e as ex-jogadoras de basquete Paula e Tuty. 

Como palestrantes foram convidados o coordenador da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer de São Paulo, Eduardo Anastasi, e o técnico em orçamento, Felipe Linhares que explicaram como funcionará a Lei que permite a empresas com crédito de ICMS destinar parte desse crédito ao apoio de instituições na área esportiva. 

“A área de Esporte carece de mais recursos, pois conta apenas com 0,1% do orçamento, por isso a Lei de Inventivo Fiscal vem em boa hora e abre uma nova perspectiva para os atletas e todos que trabalham com o esporte”, avalia Bigardi. 

O parlamentar ressaltou a importância de promover mais debates sobre o assunto. “Foi um excelente debate, as pessoas presentes demonstraram interesse em conhecer mais sobre a lei, por isso precisamos promover mais esses debates e levar a discussão para as outras cidades, descentralizar o debate e fazer com que mais pessoas conheçam sobre a lei”, afirmou. 

Bigardi usou como exemplo a descentralização das discussões sobre a Copa do Mundo. “Aprovamos na Comissão a realização de audiências públicas em cidades que pleiteiam ser sub-sedes da Copa do Mundo, com esse intuito vamos promover debates sobre os benefícios e desafios do mundial em diversas regiões do Estado de São Paulo”. 

“Parabéns a todos vocês pelo excelente debate, precisamos discutir e entender melhor essa Lei”, afirmou o ex-jogador Bernardo ao deputado Pedro Bigardi. 



Emenda para elevar orçamento do Esporte 

Em sua fala, Bigardi destacou também a emenda da Comissão de Assuntos Desportivos apresentada na Casa com o objetivo de elevar para 0,3% o percentual do orçamento para o esporte (atualmente é de 0,1%). “Fizemos esse debate no Colégio de Líderes e os parlamentares ficaram muito sensibilizados com a questão, faço um apelo a vocês para conversarem com seus deputados e falar sobre a importância da aprovação dessa emenda”, destacou o deputado Pedro Bigardi.

sábado, 26 de novembro de 2011

Sessão solene da Assembleia Legislativa homenageia a comédia de maior sucesso do teatro brasileiro


Quase 6 mil apresentações em 20 teatros que reuniram um público superior a 3 milhões de espectadores – isso só no Estado de São Paulo. Em todo o Brasil, mais de 6 milhões de pessoas já assistiram. Estes são apenas alguns dados da peça ‘Trair e Coçar é Só Começar’, que completou 25 anos e será homenageada pela Assembleia Legislativa de São Paulo, na próxima segunda-feira (28), às 10 horas, com uma sessão solene. 
A iniciativa é do deputado estadual Pedro Neste evento serão atribuídas algumas homenagens a pessoas que fizeram parte destas mais de duas décadas de sucesso do espetáculo – citado quatro vezes no ‘Guinness Book’, o Livro dos Recordes, como a comédia que mais tempo permanece em cartaz de maneira ininterrupta na história do teatro brasileiro.
A homenagem ressalta a importância do espetáculo na cultura da cidade de São Paulo, no Estado e no Brasil. A sessão solene contará com autoridades e convidados que fizeram parte da história do Trair e Coçar.


Histórico


Idealizada por Marcos Caruso, a peça ficou 6 anos na gaveta até finalmente entrar em cartaz. Escrita “matematicamente” para fazer rir de 30 em 30 segundos, é inspirada nos mestres do vaudeville, gênero imbatível no quesito diversão.

Produzido por Radamés Bruno e Viviane Procópio, “Trair e Coçar é Só Começar”, de Marcos Caruso, é uma realização da BR Produtora, que está no mercado desde 1984, sempre trabalhando na criação e gestão de projetos culturais.


SERVIÇO

O que?

Sessão solene em homenagem aos 25 anos da peça Trair e Coçar é Só Começar


Quando?


Dia 28 de novembro de 2011, às 10 horas


Onde?
Assembleia Legislativa de São Paulo
Plenário Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira – Palácio 9 de Julho
Av. Pedro Álvares Cabral, 201 – Ibirapuera – São Paulo/SP

Mandato amplo é a marca do trabalho de Bigardi na Assembleia

Desde que assumiu a cadeira de deputado, em março deste ano, Pedro Bigardi tem participado das principais discussões da Assembleia Legislativa de São Paulo. A amplitude do mandato, que tratou de temas que vão desde Meio Ambiente, Educação e Cultura até Saúde, Segurança Pública e Esportes, demonstra a capacidade do deputado jundiaiense em trabalhar pelo bem comum.

Como líder da bancada do PCdoB no Parlamento Paulista, Bigardi atuou decisivamente para que o projeto de criação da Aglomeração Urbana de Jundiaí - a primeira do Estado, que reúne sete cidades e aproximadamente 700 mil habitantes - fosse votado e aprovado. O ponto crucial desta história, que se arrastava há anos, foi a participação dos vereadores da região (que encabeçaram um movimento pela aglomeração) no Colégio de Líderes, o principal fórum de debate da Assembleia Legislativa.

Mais de mil estudantes de várias partes do Estado também estiveram no Palácio 9 de Julho, em março, para pedir urgência na aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que destina 50% dos recursos obtidos com a exploração de petróleo da camada Pré-Sal exclusivamente para o desenvolvimento da Educação, Meio Ambiente, Ciências e Tecnologia. A PEC da Educação, como passou a ser chamada pelos jovens, foi criada por Bigardi - que é engenheiro civil e professor de Planejamento Ambiental.

Eleito vice-presidente da Comissão de Esportes por unanimidade, Bigardi responde atualmente pela presidência devido à licença médica pedida pelo deputado Chico Sardelli. Foi dele a condução de importantes discussões na Assembleia, como a audiência sobre as ações da Prefeitura de São Paulo na realização da Copa do Mundo de 2014 e, mais recentemente, o encontro de diversos esportistas no debate sobre incentivos fiscais para o esporte. O próximo compromisso de Bigardi como presidente em exercício da Comissão de Esportes é coordenar o debate sobre a Lei Geral da Copa, dia 1º de dezembro.

Defensor da preservação ambiental, o deputado jundiaiense também se destacou por ter conseguido ampliar em mais de 60% os recursos destinados à criação de novas unidades de conservação integral no Estado. A verba da Secretaria de Estado do Meio Ambiente para estas ações passou de R$ 25,7 milhões para R$ 42,3 milhões. É de Bigardi, também, o projeto que cria o Parque Estadual Serra do Japi, que abrange as cidades de Jundiaí, Cajamar, Cabreúva e Pirapora do Bom Jesus. Hoje, a reserva biológica corre sério risco por conta da forte especulação imobiliária e do crescimento desordenado.

Frentes

A Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem no Estado (Frenlog) foi criada pelo deputado Pedro Bigardi para debater temas que afetam diretamente a população, como mobilidade urbana e transportes. Tanto é que uma das principais lutas do parlamentar, a extensão das linhas de trem da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) de São Paulo até Campinas, já está sendo estudada pelo Governo do Estado como alternativa para desafogar as rodovias Anhanguera e Bandeirantes.

A Frenlog também realizou recentemente um debate sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos no Estado, que reuniu representantes do Ministério do Meio Ambiente, Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Abividro (Associação Brasileira das Indústrias do Vidro), Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais).

Outra iniciativa de Bigardi foi a criação da Frente em Defesa da Fruticultura, que terá ações voltadas à agricultura no Estado.

Qualidade dos projetos apresentados na Assembleia garante prêmio de destaque do ano a Pedro Bigardi

O deputado estadual Pedro Bigardi recebeu o prêmio ‘São Paulo em Destaque’, na noite de quarta-feira (23), em uma solenidade realizada em Moema (Zona Sul da capital). A escolha do parlamentar deve-se pela qualidade dos projetos de lei apresentados na Assembleia Legislativa.

Propostas como a PEC da Educação (destina 50% dos recursos do Pré-Sal para desenvolvimento da Educação, Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente em todo o Estado) e o projeto de lei que reduz de 65 anos para 60 anos a gratuidade no transporte público estadual (veja relação abaixo) foram citadas como iniciativas de grande impacto social, responsáveis por garantir pleno benefício da população paulista e que atendem à qualidade exigida pela opinião pública no trabalho parlamentar.

“Esse reconhecimento conquistado por nosso mandato é fruto de um trabalho realizado em benefício da população. Fico muito feliz de ter sido lembrado pelas ações na Assembleia Legislativa, principalmente porque a escolha se deu em virtude da qualidade dos projetos. Isso nos motiva ainda mais”, destacou Bigardi, que esteve acompanhado da esposa Margarete e a filha Patrícia durante a entrega do prêmio.


PROJETOS EM DESTAQUE

Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que destina 50% dos recursos da exploração de petróleo na camada Pré-Sal para Educação, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia no Estado de São Paulo;

Utilização de alternativas tecnológicas ambientalmente sustentáveis (captação de energia solar, reuso de água, coleta seletiva) nos conjuntos de moradias;

Proíbe a cobrança de pedágio nas rodovias estaduais àqueles que comprovarem morar em um dos municípios que compõem a Aglomeração Urbana ou Microrregião onde está instalada a praça para pagamento desta tarifa;

Pede a criação do Plano Diretor Regional nas Regiões Metropolitanas, Aglomerações Urbanas e Microrregiões do Estado;

Quer a diminuição da idade do idoso a ser beneficiado com a isenção do pagamento da tarifa de transporte coletivo sob responsabilidade do Estado, de 65 anos para 60 anos;

-- 

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Aglomeração Urbana: Secretário Edson Aparecido quer a ajuda do deputado Bigardi na criação da agenda de trabalho

O deputado estadual Pedro Bigardi participou nesta segunda-feira (21) da posse do Conselho de Desenvolvimento da Aglomeração Urbana de Jundiaí, realizado no auditório do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). E recebeu um pedido do secretário estadual de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido: ajudar na elaboração da agenda de trabalho para 2012.


“Com a criação da Aglomeração Urbana e a posse dos prefeitos no Conselho de Desenvolvimento, realizada neste ato, é importante agora definir a Agenda Metropolitana de Jundiaí com os temas de maior relevância para as cidades da região. Ao final da solenidade, inclusive, o secretário nos procurou e pediu que ajudasse nisso”, destacou Bigardi.


De acordo com o deputado, é preciso que as cidades – Jundiaí, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Jarinu, Itupeva, Louveira e Cabreúva – já iniciem conversações em relação aos temas que priorizam o benefício da população. “O planejamento regional é um dos pontos que precisam ser discutidos, além da Saúde e da Segurança Pública, que carecem de um plano regional articulado entre as prefeituras e o Governo do Estado.”


Edson Aparecido fez questão, inclusive, de enaltecer publicamente a colaboração do Legislativo Paulista na criação da Aglomeração Urbana de Jundiaí – a primeira do Estado e que reúne aproximadamente 700 mil habitantes. “Em nome do deputado Pedro Bigardi, quero agradecer a Assembleia Legislativa pela atuação extremamente ágil neste processo”, ressaltou o secretário.

Histórico
A lei que cria a Aglomeração Urbana de Jundiaí foi aprovada dia 17 de agosto deste ano pela Assembleia Legislativa de São Paulo. A iniciativa tem como objetivo unir cidades vizinhas para que possam resolver necessidades e problemas conjuntos, como preservação ambiental, transporte público e saneamento básico, entre outros.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Bigardi ressalta debate com bispo diocesano de Jundiaí

O deputado estadual Pedro Bigardi participou nesta quinta-feira (17) do segundo encontro com o bispo diocesano de Jundiaí, dom Vicente Costa. Na oportunidade, prefeitos, vereadores e deputados representantes das 11 cidades abrangidas pela Diocese de Jundiaí debateram o tema ‘Resíduos Sólidos e Sustentabilidade’.


“A Igreja Católica criou uma proposta de debate político muito interessante e extremamente atual. É uma ação que merece grande destaque por parte dos representantes políticos da nossa região e, por isso, fiz questão de participar mais uma vez”, destacou Bigardi.


O primeiro encontro entre o líder religioso e os políticos aconteceu em junho deste ano. “Esta é uma fonte de partilha de experiências. O intuito é que os senhores e senhoras possam ter ideias iluminadoras que os ajudem a administrar melhor os municípios”, comentou o bispo.


Luciana Lopes, representante do Instituto de Projetos e Pesquisas Socioambientais (Ipesa), realizou uma palestra sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Antonio Luiz Carvalho Gomes, secretário da Prefeitura de Itu, também apresentou iniciativas realizadas no município.


Verba do governo
Pedro Bigardi ainda lembrou que a Aglomeração Urbana de Jundiaí tem papel importante neste trabalho. “O Ministério do Meio Ambiente já anunciou a existência de verba federal para o desenvolvimento e execução de planos de metas para a questão dos resíduos sólidos. Devemos nos valer disso.”


Como coordenador da Frente Parlamentar de Logística, Bigardi organizou um debate sobre este mesmo tema, juntamente com deputados de outras duas parlamentares (Ambientalista e Reforma Urbana e Cooperação Regional), na Assembleia Legislativa.



quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Comissão de Esportes vai discutir Lei Geral da Copa

O presidente em exercício da Comissão de Esportes da Assembleia Legislativa, deputado Pedro Bigardi, anunciou a realização de uma audiência pública para discutir a Lei Geral da Copa do Mundo de 2014.

O projeto, que está em tramitação no Congresso Nacional, será debatido pelos parlamentares paulistas no próximo dia 1º. O deputado federal Vicente Cândido, relator especial da proposta, também é aguardado nesta data na Assembleia Legislativa.


O pedido de audiência, segundo Pedro Bigardi, foi feito pelos deputados estaduais Enio Tatto, João Paulo Rillo e Alencar Santana, todos do PT. “O objetivo é ouvir a sociedade civil sobre questões relacionadas à organização dos preparativos da Copa e discutir as demais ações previstas neste projeto de lei”, destacou Bigardi.

Outro requerimento aprovado, solicitado por Alencar Santana, propõe a realização de um fórum sobre a Lei de Incentivo Fiscal, com a presença de representantes da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude e da Secretaria da Fazenda, no dia 24 de novembro, para esclarecer dúvidas relacionadas à lei.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Deputado avalia ‘campanha política’ de alunos da Anhanguera

Entrega de santinhos e propostas, corpo a corpo com os ‘eleitores’, debates acalorados e muita dedicação. Assim os estudantes do sexto semestre de Publicidade e Propaganda da Faculdade Anhanguera Jundiaí realizaram uma ‘campanha política’, nesta quinta-feira (10), durante a Semana de Comunicação da unidade de ensino.


Convidado pela coordenação do curso para fazer parte da banca avaliadora, o deputado estadual Pedro Bigardi afirmou ter ficado impressionado com o alto nível dos trabalhos realizados pelos universitários.


“Foi um prazer conhecer os alunos e poder avaliar as apresentações dos grupos. Todos demonstraram excelente desempenho, inclusive nos debates e apresentação de propostas por parte dos candidatos”, destacou Bigardi.

Campanha
Divididos em seis ‘agências de publicidade’, os grupos tinham como missão desenvolver uma campanha política para a candidatura à presidência da República.


“Eles tiveram de definir quem seriam seus candidatos, quais as metas e objetivos a serem atingidos, criar os materiais gráficos e vídeos institucionais, além de prepará-los para um debate diante da plateia”, explicou Emerson Gomes, professor da Anhanguera Jundiaí e um dos coordenadores das Atividades Práticas Supervisionadas (ATPS) de Publicidade e Propaganda.


Os seis postulantes ao cargo de presidente do Brasil – quatro homens e duas mulheres – defenderam bandeiras políticas como Saúde, Meio Ambiente, Sustentabilidade, Esportes, Tecnologia e Educação. “Foi uma experiência muito importante e com uma grande contribuição de nossos convidados”, destacou a professora Giuliana Franchi, também coordenadora da ATPS de Publicidade e Propaganda.


 Além do deputado Bigardi, fizeram parte da banca avaliadora Ocimar Polli, prefeito de Itupeva, e David Alexandre, administrador de marketing e consultor político. A coordenadora do curso, professora Mestre Célia Cassiano, e o diretor da Anhanguera Jundiaí, Nélio Reis, também acompanharam as apresentações.


"Aglomeração Urbana de Jundiaí já tem direito a recursos financeiros”, destaca deputado Bigardi

Apesar de recém-criada, a Aglomeração Urbana de Jundiaí já pode contar com os primeiros recursos financeiros para desenvolvimento de projetos nas sete cidades integrantes. Nesta quinta-feira (10), durante debate sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos, na Assembleia Legislativa, o Ministério do Meio Ambiente anunciou que existem R$ 70 milhões disponíveis para apoiar a criação destes planos. A prioridade para o Governo Federal são ações desenvolvidas por consórcios intermunicipais, regiões metropolitanas e aglomerações urbanas de todo o Brasil.

“Já havíamos citado a questão dos resíduos sólidos como um dos 10 itens prioritários para a Aglomeração Urbana numa carta entregue há três meses, pelo nosso mandato, para prefeitos e vereadores de Jundiaí, Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Jarinu, Louveira, Itupeva e Cabreúva”, destacou Bigardi. “Agora, o Ministério do Meio Ambiente sinaliza com a conclusão do Plano Nacional de Resíduos Sólidos e também com este recurso para desenvolvimento de ações neste sentido.”

Na mesa diretora do debate, da esquerda para direita: Sérgio Antônio Gonçalves (Governo Federal), Rejane Pieratti (SOS Mata Atlântica), Pedro Bigardi, Beto Trícoli e João Luiz Potenza (Governo de São Paulo)
O anúncio do financiamento federal foi feito pelo Chefe de Gabinete da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente, Sérgio Antônio Gonçalves. “A partir de 3 de agosto de 2012, só poderão ter acesso a recursos federais destinados a resíduos sólidos aqueles que já tiverem um plano, com ações e metas estipuladas”, destacou.

De acordo com Gonçalves, haverá uma economia substancial se os planos forem desenvolvidos de maneira regionalizada. “Não chegamos a 400 aglomerações urbanas no Brasil inteiro, contra 5.564 municípios. Se fossemos criar planos individuais, o Governo Federal teria de desembolsar mais de R$ 1 bilhão. Com a regionalização, este custo não seria superior a R$ 250 milhões”, completou.

Segundo o estudo preliminar do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, uma cidade de porte médio como Jundiaí gastaria aproximadamente R$ 6,5 milhões com a disposição destes materiais em aterros sanitários. “Hoje a destinação final dos resíduos tem apenas valor comercial. É preciso quebrar paradigmas e tornar a reutilização e a transformação atrativas”, comentou o deputado Bigardi.

Fase final
O Plano Nacional de Resíduos Sólidos está em fase final de elaboração, segundo o representante do Ministério do Meio Ambiente. “Cinco etapas regionais já foram realizadas e há uma consulta pública sendo desenvolvida no site do ministério. A etapa nacional de discussão do plano acontece no final de dezembro e a expectativa é de que até fevereiro de 2012 haverá a sanção do decreto presidencial.”

O debate na Assembleia Legislativa foi organizado pelas frentes parlamentares de Logística, coordenada por Pedro Bigardi (PCdoB); Ambientalista, presidida por Alex Manente (PPS); e Reforma Urbana e pela Cooperação Regional, sob responsabilidade de Beto Trícoli (PV).